quarta-feira, 28 de março de 2018

CONHEÇA CINCO CARROS E O ANIMAL QUE LHES DÁ O NOME (com fotos)


Conheça cinco carros famosos e o animal que lhes dá o nome








Você sabe de onde vêm os nomes dos automóveis? Mais ou menos, vêm de todo o lado. Muitas vezes, o nome serve para fazer a associação a certos tipos de qualidades e comportamentos. 


E os animais sempre, tiveram, historicamente, qualidades humanas que lhes são associadas. Assim, quando chega a altura de batizar um automóvel, escolher o nome de um animal é uma maneira simples de entender aquilo do que o veículo é capaz.


Hoje mostramos aqui cinco automóveis que foram batizados com nomes de animais. Alguns são, em termos biológicos, nomes genéricos, enquanto outros são mais específicos. 


Mas todos têm um significado por trás, e esse significado é transposto para o carro de quem tomam a sua identidade.

 

Veja as fotos 



PLYMOUTH BARRACUDA

Construído em três gerações, de 1964 a 1974, o Barracuda foi um dos símbolos da era dos muscle cars, com um potente motor 7.0 V8, que o tornava um dos favoritos dos drag racers e dos pilotos da NASCAR.





BARRACUDA (género Sphyraena)

Existem 28 espécies de barracudas espalhadas pelo mundo, incluindo junto à Europa, no Atlântico e Mediterrâneo. Todas elas são peixes predadores, algumas com um corpo adaptado a uma natação rápida, podendo atingir velocidades de 45 km/h debaixo de água.





 VOLKSWAGEN CAROCHA


Está relacionado com vários nomes de pequenos insetos conforme o mercado (Beetle, Käfer, Coccinelle ou Maggiolino), e foi o primeiro carro de muitas pessoas, tendo sido produzidos mais de 21 milhões de automóveis, graças ao baixo custo de aquisição e manutenção, que democratizou o seu uso. Começou a ser construído em 1938 e assim continuou até 2003, na América Latina, tendo deixado a Europa após 1982. As versões modernas chegaram em 1997.






CAROCHA (ordem Coleoptera)

Carocha é um nome popular aplicado a uma grande variedade de insetos, muitos campestres, alguns urbanos, que pertencem à ordem dos coleópteros. Existem mais de 400 mil espécies registadas, e muitos são reconhecidos como besouros, escaravelhos ou joaninhas. A quantidade de espécies com esta forma básica (duas asas que escondem, como uma carapaça, outra carapaça) demonstram a sua versatilidade e adaptabilidade a qualquer ambiente.

 FORD MUSTANG

Mais um carro da era dos muscle cars americanos, está associado a um espírito de rebeldia e liberdade, mas que também é de fácil acesso para os entusiastas, quando comparado a carros europeus com as mesmas performances e preços mais altos. Produzido desde 1964, já ultrapassou os 10 milhões de unidades, espalhadas entre seis gerações.
 






MUSTANG (espécie Equus ferus caballus)

O mustang é um nome que ficou associado aos cavalos do velho Oeste. Derivado da palavra castelhana "mesteño", o nome mustang passou a ser sinónimo de cavalo selvagem, mas na verdade estes são cavalos bravos, descendentes de raças do cavalo ibérico, que ficaram livres para se espalhar pelo continente norte-americano, durante os Séculos XVII e XVIII. Ainda hoje, mais de 70 mil destes cavalos vivem livres pelas planícies dos Estados Unidos.



                                                           BUICK SKYLARK

O nome começou a ser usado numa versão do Roadmaster em 1953, mas foi apenas em 1964 que passou a ser um modelo próprio. Com uma gama variada de carroçarias e motores, foi um modelo de sucesso durante seis gerações, continuando a ser produzido até 1997. Era considerado compacto para os padrões americanos, apesar de ter tido motores V8.







COTOVIA (família Alaudidae)

Existem mais de 20 géneros e quase 100 espécies de cotovias, com diferentes tipos de bicos e plumagens, partilhando a forma dos dedos das patas. Mas o trejeito mais reconhecido destas aves é o seu canto, com trinados complexos, geralmente feitos pelos animais durante o voo.



 HYUNDAI TIBURON

 Na Europa, era simplesmente o Hyundai Coupé, mas os americanos preferiram dar-lhe uma personalidade e usaram a palavra espanhola para tubarão. Sempre foi uma forma acessível de ter um carro de aparência desportiva, especialmente a segunda geração, que tinha um motor V6 capaz de performances interessantes. Foi produzido de 1996 a 2009, com duas gerações.







TUBARÃO (superordem Selachimorpha)

O tubarão não é estritamente um peixe, pois a sua coluna vertebral é cartaliginosa, não óssea. Mas as suas 500 espécies, divididas por oito ordens, sobrevivem há 400 milhões de anos com este "problema", pelo que a sua adaptabilidade não está em disputa. Muitos deles são carnívoros e alguns têm grandes dimensões, como o mais famoso, o grande tubarão branco mas existem tubarões de todos os tamanhos.


 


Fonte: https://www.motor24.pt/motores/5-carros-nomes-animais-animal-lhes-da-nome/

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...