quinta-feira, 29 de março de 2018

CHEGARAM OS PRIMEIROS ROBÔS SEXUAIS COM IA (com fotos e vídeos)


Especialistas em robótica e inteligência artificial preveem que em 2050 os robôs sexuais estarão disponíveis para invadir as nossas camas







O mundo está a mudar muito rapidamente. A tecnologia toca em todos os setores. A sexualidade não ficou de fora do manto tecnológico e hoje já pode comprar um robô para as suas fantasias sexuais.


Especialistas em robótica e inteligência artificial preveem que em 2050 os robôs sexuais estarão disponíveis para invadir as nossas camas, irão proporcionar prazer a pedido, com intensidade programável. Esse futuro, contudo, já começou hoje.





Harmony, um robô com inteligência artificial e sexual


Nos Estados Unidos há já um grande mercado com uma qualidade impressionante, no que toca a bonecas sexuais classificadas como as mais realistas do mundo do ponto de vista anatómico, segundo os seus responsáveis.


Há tecnologia de ponta empregue no seu desenvolvimento, mas há o cuidado dos olhos serem pintados à mão traduzindo o resultado final numa vivacidade surpreendente. O tato, sem deixar de ser borracha, é suave e poroso. São vendidas sob o nome de RealDoll e custam entre 4000 e 8000 dólares, dependendo do nível de personalização. Também há versões masculinas.



 Modelo masculino e feminino da boneca Harmony - APU GOMES



Atualmente, as RealDoll, tornaram-se num mercado em forte crescimento, há um vasto comércio online que gravita em torno de serviços prestados por estas bonecas.





Depois de a simples imagem moldada em borracha e outros materiais dedicados a reproduzir curvas e contornos do corpo, os responsáveis desta indústria lhes estão a dar uma personalidade, “criar a ilusão da vida”. Nas linhas de montagem há já bonecas que não se parecem com as demais. Têm cabos que lhes saem pelo seu pescoço, e que se ligam a um iPad.


Uma das mais populares chama-se Harmony, e dizem ser o primeiro produto desse tipo equipado com inteligência artificial. Mexe as sobrancelhas e a boca, olha e gira a cabeça. Mas a novidade está no cérebro, este é influenciado por uma aplicação que o utilizador poderá programar para determinar o tipo de personalidade que quer para a boneca.



Os olhos e todos os detalhes da boneca são feitos à mão - APU GOMES



Através da inteligência artificial, Harmony irá conversar e aprender os gostos do utilizador. Como referem os seus responsáveis, “Vamos dar ao cliente ferramentas para criar a sua própria personagem”. A cabeça Harmony custará 8000 dólares e poderá ser montada sobre qualquer corpo da RealDoll.


Sexualidade e a Inteligência Artificial


É verdade que atualmente já vivemos em uma era onde à nossa volta já existe inteligência artificial. Cada vez mais somos “monitorizados” dos pés à cabeça, sabem o que queremos, como pensamos e vemos isso em uma simples notícia sobre o que sabe sobre nós determinada rede social.







Somos já confrontados com algoritmos que estudam o nosso comportamento, que nos conhecem e que sugerem o que queremos ver, quando queremos ouvir algo, onde queremos ir, se está na hora de jantar e muitas outras pequenas e singelas opiniões que muitas vezes o nosso cérebro interpreta de forma subliminar.


"Acredito que a inteligência artificial seja a coisa mais importante em que a humanidade já trabalhou, acredito que seja algo mais profundo que a eletricidade ou o fogo."

Referiu Sundar Pichai, o CEO da Google, durante uma palestra no passado mês de janeiro em Davos. Segundo Pichai, os riscos da inteligência artificial são “importantes”, a tal ponto que é necessária uma conferência internacional sobre o assunto, no estilo do Acordo de Paris contra a mudança climática.



Celestine, uma das opções oferecida pela Sinthetics



Daí até integrar nesta evolução as bonecas sexuais, é um pequeno passo. Estaremos apenas a falar em uma mera curiosidade na evolução dos serviços de inteligência artificial, algo como robôs sexuais.


Há que orientar bem a nossa perceção dos factos. Quando se fala nos robôs, não estamos propriamente a apontar para o sentido da articulação, que isso também chegará, mas sim estaremos a referir a sua capacidade de interagir com humanos, responder aos seus estímulos e aprender com eles. A boneca sexual pode parecer uma aplicação extravagante da inteligência artificial, mas, no final das contas, estamos a falar das necessidades mais básicas do ser humano, da origem de frustrações, satisfações e obsessões muito complexas, sobre as quais as máquinas nunca tiveram nada a dizer.



Modelo da boneca Harmony, que estará ligada a uma App de inteligência artificial -  APU GOMES



Que aplicação da inteligência artificial é mais estimulante? Melhorar o tráfego urbano? Ou ajudar a combater a solidão e a tristeza? Será que uma máquina se tornará capaz de fazer isso? Sim, os responsáveis da indústria das bonecas sexuais têm uma resposta bem clara.


Robôs irão controlar os humanos?


No meio desta indústria, quando se fala em equipar estas bonecas com inteligência artificial, inevitavelmente vêm à mente as fantasias mais recentes sobre como será a relação dos humanos com os robôs de companhia inteligentes.


Há diversas linhas de pensamento sobre este assunto, há quem o veja como o grande avanço mas há quem o tema. Há os que acham que o homem irá violar, matar até os robôs se revoltarem e tomarem consciência do que lhes estaremos a fazer, há outra linha de pensamento que afirma que os robôs irão acabar com a raça humana quando esta se tornar um incómodo.


Humanos se viciam facilmente em tecnologia


A história nos diz que os humanos facilmente se viciam em tecnologia, isto desde há muitas décadas que é real e temos como exemplo o Tamagotchi. As pessoas mudaram as suas rotinas diárias para alimentar o “animal virtual”, para terem tempo de cuidar, de alimentar, lavar e levar ao WC.



Tamagotchi


Se isso for extrapolado aos robôs sexuais… então teremos problemas. Um robô que tem inteligência artificial, que começa a conhecer os gostos e desejos do seu “dono”, de como o pode satisfazer, moldar em termos de conceder desejos, poderá tornar-se em uma espécie de psicose, tal como já acontece no mundo atual com os viciados em pornografia.


Em breve, a oferta de robôs sexuais com inteligência artificial será uma realidade, a oferta estender-se-á pelo globo, nas mais variadas plataformas, e como a Sophia, também estas quererão (os seus responsáveis) que tenham um papel maior na sociedade. Será que o mundo já pensou nisso?

 

 

Fonte:  https://pplware.sapo.pt/informacao/chegam-os-primeiros-robos-sexuais-com-ia-ja-pode-escolher/comment-page-1/#comment-2116819

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...